quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Fufuca , comemore. O golpe foi um sucesso.

Quando ouço dizer que o golpe fracassou, sinto quanto estão enganados. O cavalo de Tróia, em forma de pato, carregado em frênesi na Paulista, sob o delírio de mais patos, adoradores de ícones de plástico amarelo made in China, atingiu seus objetivos plenamente: entregar o país e o fizeram e fazem de dar gosto gringo assistir.

A rigor, os patos canarinhos entregam-se de quatro, fufucando ainda em quá-quá-quás, antes mais ruidosos, os vagabundos petralhas.

Como se deram bem, se o país tá fodido? Explico. A ruina da economia faz parte do show. Com esta em frangalhos, ou melhor, em patalhos, o patrimônio da nação é entregue a preço de urubú de feira.

Assim, pode-se dizer que a Cia praticou um dos golpes mais perfeitos de sua história. Os USA encamparam como coĺônia, um país de dimensões e recursos colossais. Tudo isso, sem gastar uma bala; sem ter um mariner morto; com campanhas do próprio invadido; agentes pagos com salários, diárias e passagens aéreas custeadas pelo colonizado, este ainda tendo de pagar multas, custas e condenações da Justiça americana.

Golpe tão perfeito que duradouro do ponto de vista da colonização cultural cinematográfica imposta pelo dominador.

Sem embargo de declaração, um dos seus principais agentes, oficialmente pertencente ao estado brasileiro, ainda posa de Juiz, herói fora-da-lei, mixto de John Wayne e Kevin Costner, lutando contra Sioux, Cheyennes e Al Capones.

Well!

Judge e Ôtoridade

A ôtoridade, em vez de ser retratado em filme, teria um 3x4 vestindo camisa zebrada. Mas lá tem Justiça de Império, aqui de subserviente Colônia.

Lá vai ovo!

Cá na colônia braZil,
Outrora uma nação,
De dar gosto e devoção,
Mídia estúpida e servil
E bandidos no covil,
O congresso nacional,
Frente e verso, no total,
Querem a chibata no povo,
E por isso lá vai ovo.
Oh! Doriana, quer sal?

A montanha pariu um rato (operação que acabou com o Brasil, a troco de resgatar merrecas)

Tamos fodidos. Um juiz que trabalhou no caso Banestado de, por baixo, US$ 124 bi ou R$ 0,5 tri, com quase nenhum resultado, vir fazer marketing com uma merreca dessas de dinheiro devolvido. Operação que quebrou a engenharia nacional, os estaleiros, a indústria naval, a indústria de plataformas de petróleo; que propiciou e armou o golpe pra entrega do présal de US$ 30 tri e a entrega do sistema Eletrobrás; que, em decorrência do golpe, propiciou a entrega de reservas na Amazônia maiores que a Bélgica; que botou na fome 1,2 milhões de pessoas do bolsa-família; que acabará com o SUS, Samu, Luz pra Todos, MCMV e mais programas sociais; que privatizará as universidades públicas; que entregará a distribuição de água; golpe que, só pro Itaú, dispensou R$ 24 bi de impostos no COAF; que libera R$ 14 bi pra deputados se empanturrarem e livrarem a cara do golpista-mor.. Meu Deus, nós tamos fodi-dó-dó. Povo idolatrando agentes da Cia a serviço dos USA. Marqueteiros, sofistas, fazendo política com a Justiça. Meu Deus, nós tamos fodidos, fó-di-dós, mesmo.

Mandela e Silvério dos Reis

Lava-Jato se encerrará em outubro vindouro e o seu idolatrado julgador partirá para o país que idolatra, após a operação ter quebrado o Brasil e propiciado a entrega da riqueza nacional ao estrangeiro, com o golpe dela advindo.

O império ainda exige que se dê cabo do Lula que ousou criar os Brics. Lula é o Mandela brasileiro. Do outro lado, os novos Joaquim Silvério dos Reis.

O advogado amigo

O herói dos patos de condoeu de alguns réus e fez magnânimas reduções de penas. Aí vem um advogado doleiro delatado e diz que outro advogado, amigo do nosso herói, intermediaria reduções nas penas na Lava-Jato a custo de propins. Nada a ver. Dar asas à opiniões de delatados? Não vem ao caso, a não ser... a não ser... que seja contra o Lula.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Privataria e receptadores tudo a ver

Requião diz que quem recebe objeto roubado é receptador. Os dois devem ir em cana e perder o produto do roubo. Tudo a ver: privatas doam objetos subtraidos da nação para o portfólio de receptadores.

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

#IdolatriaDePatos

Uma nação que idolatra juízes que cometem absurdos como este abaixo, definitivamente, merece o que está passando.


São José da Cachoeira - Mina de Nióbio

Maior reserva de nióbio do mundo.

Quando o golpista Temer irá entregá-la aos EUA/Canadá, a exemplo do que fará agora ao acabar com colossal reserva extrativista de ferro e ouro na Amazônia.

São José da Cachoeira é um enorme município da Amazônia que fica no lugar do mapa do Brasil denominado Cabeça de Cachorro. É maior que vários paises da Europa.

Os preparativos estão adiantados. Existe até posto da Cia no local. Desculpa esfarrapada para ver agentes americanos: proteger a fronteira do pessoal da FARCS.

Poderia o exército brasileiro prescindir de suas funções de defesa de nossas fronteiras?

Afinal, brasileiros merecem o Brasil que ainda nos resta?

O filme da Lava-Jato terá novas cenas?

A cena do Moro e MP's delatados vai sair no filme da Lava-Jato? Bem que poderia aumentar a audiência e a bola da PF.

Mote:

http://m.folha.uol.com.br/poder/2017/08/1913489-forca-tarefa-repudia-acusacao-de-investigado-contra-amigo-de-moro.shtml




Mineradoras canadenses avisadas

Qual a razão da comunicação prévia de Temer à mineradoras canadenses sobre a extinção de reserva na Amazônia? Porque a mineração foi concedida a pedido das mineradoras canadenses? Foi concedida a troco de quê? Propinas?

Mote:
https://falandoverdades.com.br/2017/08/26/temer-vazou-mineradoras-canadenses-extincao-de-reserva-na-amazonia/#.WaGwZRM39_o.twitter

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Medíocres, mas letais

Esse pessoal agenciado pela Cia pra dar o golpe, espoliando e acabando com o Brasil são ambiciosos, estúpidos e medíocres. Porém letais em seus propósitos. Basta ver a Guantânamo do Paraná.

Faz parte do baculejo

Quando uma estatal, como a Eletrobrás, vai a leilão, já se sabe quem a ganhará; já foram pagas as propinas. Aumento de tarifa antes da futura viciada licitação faz parte do baculejo.

Se o fim do Brasil é

viver sob as rédeas de golpista corrupto, advogados de facção criminosa, conluios etc. acabe-se logo com essa porra.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

braZil extingue reservas florestais

Nenhum governo do mundo
Que eu saiba e penso bem
Reserva não extinguiu
E pra não ir mais além
Porém os tempos são outros
Era de francos desgostos
Deste braZil ultrajado
Medroso, refém, submisso
Elite e povo omisso
Entregues de quatro costado

braZil das frases tetatológicas

"Com STF. Com tudo." Diz o Cajú. "E tem de ser um que a gente mate". (Mineirim). O "brasil" de hoje se reconhece nas frases teratológicas.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Classe média

Uns donos de bodega se achando empresários do setor de supermercados.

Von Hayek: sobre moedas e justiça

A casa da moeda só fabrica o papel ou a moeda, mas é o Banco Central que lhe confere o poder de moeda, ou seja, emite a moeda, controla seu volume e velocidade de giro, conferindo-lhe curso forçado, poder de troca, status de padrão monetário e reserva de valor. 

A propósito, lembro que nos finais dos anos 1970, creio, o engenheiro Henry Maksoud da Procon Engenharia, patrocinou a vinda, para palestras no Brasil, de um dos ilustres gurús do neoliberalismo, da mesma escola austríaca de Von Mises, escola endeusada pelos golpistas pseudo-intelectuais da economia.

Li escritos do austríaco Von Hayek, publicados  à época na revista Visão, cuja teoria aplicada na Áustria, com a renda e a distribuição  desta, pode bem funcionar; porém, neoliberalismo no Brasil é o desastre que se viu na época do FHC, piorado pela tragédia que se vê e mais verá no presente governo usurpador Temer.

Mas o que eu queria dizer é que Von Hayek defendeu na ocasião, fins dos anos 70 no Brasil, que a moeda de uma nação bem que poderia ser emitida por empresas, feito uma CocaCola (a comparação é minha). Isso já se vê hoje com os bitcoins. Por sua vez, Von Mises defendia que a Justiça poderia ser ministrada por juízes que comprariam a patente de ser autoridade julgadora, podendo vendê-la a seu bel prazer.

Meninos e meninas, desconfio que só estamos no começo do governo golpista. A água nem começou a ficar morna e os sapos ainda se refestelam confortáveis nas panelas.
Falando em panela, onde os canarinhos as enfiaram? 

Mote:

domingo, 20 de agosto de 2017

Ciro Gomes fala de política ambiental


Marcel Coelho, Doutor em Biologia na  área de Ecologia, pergunta a Ciro Gomes a maneira de conciliar, como estratégia de governo, desenvolvimento e política ambiental



segunda-feira, 14 de agosto de 2017

#MandeLula

Lula tá me parecendo já passado desse mundo. Fala disso quando repete não saber quanto tempo de vida lhe resta.

Mostra assim o caráter transcendente de sua missão e o sofrimento pelas tentativas de seu aniquilamento pelos que lhe temem e/ou lhe odeiam.

Acho que o Lula não viverá mais por muito tempo.

Lula é o nosso Mandela.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Oh! Doriana, quer sal?

Cá na colônia braZil,
Outrora uma nação,
De dar gosto e devoção,
Mídia estúpida e servil
E bandidos no covil,
O congresso nacional,
Frente e verso, no total,
Querem a chibata no povo,
E por isso lá vai ovo.
Oh! Doriana, quer sal?

GAAC

Meu pedido ao gênio

Gênio prometeu atender um só desejo meu.
Eu: quero viver eternamente.
Ele: impossível. Peça outro.
Eu: um tucano preso.
Ele: vou eternizar você.

GAAC

Confissão dum ovo baiano

Eu queria ser pintinho
E ter uma mãe galinha.
Nascer bem amarelinho
Amarelo da geminha.

Mas nasci ovo de pata,
Que nem pude conhecer
E que vida mais ingrata,
Onde foi que fui bater?

Na testa dum tucanado.
Cruz, credo! Mas que destino!
Virei feio ensopado,
Mais um janota mufino.

Aviso pro bode louro:
Na próxima vida mundana,
Vindo de pata, de novo,
Acabo com Doriana.

Copyright by gaac

Ovação em Salvador

Gilberto Gil cantado pelo gago na recepção do prefake em Salvador: "Vou fazer uma ovação, ovação, ôovação. Pra quem deve ser ovado, ser ovado, ser ovado."

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Elite é meu zóvo!

Beluzzo tem razão e eu vou deixar de chamar de elite esse bando de bodegueiro rico chinfrim que domina o braZil.

Elite é termo pra gente inteligente, diferenciada. Esses cobroiós arrogantes e fascistas que mandam no braZil não passam de seborréias nauseantes.

Vejam a Fiesp. Os felas da gaita se acham empresários na hora de pegar grana do BNDES ou se locupletar com privatarias. Mas transformam, o que foram no passado fábricas, em estacionamentos, galpões fechados, pondo a grana rendendo Selic.

 E se acham elite e a gente repete isso. Pelo menos eu não repito mais. Elite é meuzóvo!

domingo, 6 de agosto de 2017

Frases teratológicas do "brasil" de hoje

"Com STF. Com tudo." Diz o Cajú. "E tem de ser um que a gente mate". (Mineirim). O "brasil" de hoje se reconhece nas frases teratológicas.

O golpe de 2016 precisa do Parlamentarismo

Se não o prenderem, Lula ganha. Se prenderem, ganha quem ele apoiar. Solução pra continuação do golpe e entrega do Brasil: Parlamentarismo.

Congresso Evangélico versus Congresso Venal

Nunca tivemos um congresso com tantos representantes evangélicos e nunca um congresso tão venal. Se representam mal o povo, imaginem a Deus.